Links I love #2

Oiii gente! Passando aqui pra tirar o pó desse blog rsrs Pode demorar, mas eu sempre volto 😛

LinksILove2

Links maras dos últimos tempos:

  1. Viciada em aprender Francês e Espanhol no Duolingo e reforçar o Inglês no Lingualeo. O Duolingo é bem básico, um ótimo start pra quem tem vontade de conhecer outras línguas e quer decidir qual se aprofundar. O Lingualeo possui conteúdos muito bacanas do nível intermediário e avançado, na opção Premium, claro. Mas o custo-benefício vale muito a pena!
  2. Maneiras de incorporar o estilo escandinavo em sua casa. Uma atmosfera de simplicidade, minimalismo e conforto.
  3. Receitas veganas. E tem muito mais no Instagram da autora. Não sou vegana, mas adoro testar novas receitas e novos sabores. Doida para fazer várias!!
  4. StyleMood. AMO o estilo das meninas e a linha editorial deste blog!
  5. Trabalhando nesta área, comecei a prestar muito mais atenção nos cosméticos, no que prometem e claro, na composição deles. Este site foi O ACHADO.
  6. Organização: como montar um Bullet Journal. Adoro essas coisas: agendas, planners, rabiscos, anotações, listas… ❤
  7. Maneiras de começar uma vida mais leve.
  8. Truques simples da Netflix. O link é velho, mas os truques podem ser novidade para muitas pessoas.

 

Anúncios

Tendência de fotografia – Flat Lay

Oi gente! Tudo bem?
Eu sei que o blog anda parado ultimamente, mas prometo melhorar o ritmo de posts por aqui 🙂

Quem segue blogueiras gringas, marcas de moda e alguns e-commerces no Instagram deve ter percebido uma tendência forte na fotografia: a Flat Lay. Nada mais que a disposição de objetos e produtos de uma forma organizada e simples, vistos de cima.

No infográfico de tendências criativas de 2016 do Shutterstock, a Flat Lay aparece em 1º lugar na lista de tendências globais e como a mais popular na Austrália.

Como surgiu?
Essa tendência tem como referência um método chamado Knolling, um processo de organizar objetos relacionados por cor, forma ou tamanho, alinhados paralelamente. O primeiro a utilizar o método foi Andrew Kromelow em 1987, funcionário na oficina de móveis do famoso arquiteto Frank Gehry. Ele estava fazendo móveis para a marca Knoll, que tinha como característica peças com ângulos retos. Para visualizar tudo facilmente, Andrew tinha o hábito de organizar as ferramentas em superfícies planas com ângulos retos também, seguindo o padrão da marca.
O Knolling se tornou popular em 2009 quando o escultor Tom Sachs adotou-o como uma forma de arte e o colocou no manual de seu estúdio.
Também foi lançado um e-book 90 Degrees, inspirado na técnica de Andrew Kromelow.

Ten_Bullets_II
Manual de Tom Sachs, 2009.

Por que virou tendência?
O sucesso dessa tendência está relacionado aos itens dispostos na foto, que são objetos ou produtos pelos quais nos interessamos, e claro: a organização. É um efeito psicológico, nosso cérebro adora apreciar essa ordem, porque facilita o processamento de informações.
E assim vários setores aderiram a essa técnica nas redes sociais para despertar o interesse de seu público-alvo.

Flat Lay na Moda
Fashion-FlatLay

Flat Lay no Design Gráfico
GraphicDesign-FlatLay

Flat Lay na Gastronomia
Kitchen-FlatLay

Em 2010, a IKEA publicou o livro de receitas Hembakat Ar Bast (Feito em casa é melhor) e utilizou a técnica Knolling nas fotos dos ingredientes. O resultado é incrível:

ingredients

Exibir tudo de forma prática, organizada e clara. Sou fã dessa tendência!

Peças-chave para um guarda-roupa funcional

Ultimamente repensei muito sobre meu guarda-roupa, olhei minhas peças e vi que várias não tinham mais nada a ver comigo. Vários estilos misturados e peças que usei uma vez e olhe lá!

Li bastante sobre consumo consciente e moda sustentável, conheci o projeto do armário-cápsula que eu realmente achei muito interessante e pretendo testar um dia. Por enquanto optei apenas por desfazer de peças que eu não uso e não me identifico mais.

Para ajudar quem também está repensando o guarda-roupa, fiz uma lista de peças-chave. Elas são essenciais para quem quer ter um guarda-roupa mais funcional e enxuto ao mesmo tempo.

Um armário funcional deve conter peças atemporais, aquelas peças clássicas que você pode diversificar e montar várias produções (às vezes só trocando os acessórios).

Peças-chave

1. Jaqueta
2. Blusa branca
3. Sandália ou sapato preto
4. T-shirt
5. Saia preta
6. Blazer preto
7. Cardigan
8. Calça de alfaiataria
9. Camisa jeans
10. Short jeans
11. Calça jeans
12. Vestido preto
13. Sapatilha neutra